<!--:pt-->Palenque e a Geometria Sagrada.<!--:-->

Palenque e a Geometria Sagrada.

 

mexico-palenque-s6.jpgPalenque é situada no México e foi uma das metrópoles da civilização Maia. A cidade era formada por cerca de 700 edificações. Pacal Votan, durante seu reinado, iniciou um programa de construção em Palenque que originou uma das mais finas artes e arquiteturas da civilização Maia.

Os estudiosos das construções maias por um século buscaram uma unidade de medida maia, mas nunca encontraram, pois não há uma unidade de medida especifica para essas edificações. É surpreendente ver que a cidade foi construída sem uma medida padrão, como metros, pés, ou polegadas. Ao contrário disto, eles utilizavam termos de proporção.

pacal_015.jpgAcredita-se que os engenheiros de Pacal utilizaram corda para fazerem quatro círculos engrenados, e estes formariam os cantos de um quadrado. Aspacal_026.jpg cordas também eram utilizadas para traçar uma diagonal, e também formar um arco. Repetindo esse processo, os engenheiros de Pacal puderam projetar as mais bonitas edificações do mundo maia.

Descobriram-se as verdadeiras razões que estão por trás desse método ímpar. Existe um determinado posicionamento de formas geométricas que é chamado de Geometria Sagrada, que é baseado nas formas da natureza, e os maias usaram esta técnica para criar o layout das suas edificações e cidades.

A geometria sagrada obedece às leis cósmicas e expressa graficamente as relações e proporções entre os mais diversos polígonos regulares e especiais. Expressa a própria harmonia musical e, como a música, diz coisas que nosso intelecto sozinho, sem a colaboração do centro emocional, não pode compreender. Usamos a geometria sagrada e o eneagrama, com suas relações e analogias gráficas, para acessar os centros superiores, cuja linguagem é simbólica e direta, levando-nos a subconscientemente reconhecer a ordem em meio ao caos”.

pacal_053.jpgTodo design maia, desde o quadrado básico, foi derivado do padrão das flores, e formas da natureza. Eles estavam emulando a natureza utilizando proporções com fundamentos na natureza. Foi assim que Pacal desenvolveu Palenque a uma metrópole. Desde a mais alta piramide, até a menor casa, foram engenhadas usando formas simples de quadrados e círculos.

A cidade seria, mais tarde, abandonada pelo povo, mas o rei Pacal assegurou-se que o segredo de Palenque e seu design ímpar fosse mantido a salvo. Quando seu longo reinado acabou, Pacal fez questão que os símbolos sagrados fossem enterrados com ele. Dentro de seu tumulo foi encontrado em uma mão uma esfera de jade, e na outra um cubo de jade, que são as formas geométricas chaves que inspirou e possibilitou a construção de toda esta cidade. A imagem abaixo é a lápide do túmulo de Pacal Votan. A mesma imagem ilustra a capa do livro ‘Eram os Deuses Astronautas’, de Erich von Daniken.

pacal-votans-tomb-lid-big.jpg

Fonte: Vídeo ‘Lost Worlds – Palenque’, transmitido pelo History Channel.

Definição de Geometria Sagrada:

http://www.4c.com.br/eneagrama_geometria_sagrada.htm

Imagens: Algumas são printscreen do vídeo, outras não.

 

About The Author

ibrahim

10 Comments

  • Happy Carvalho on 10 maio 2008

    Estou vasculhando toda a internet pra saber qual o melhor trajeto a fazer entre a Cidade do México e Palenque. Há ônibus,mas as viagens duram em torno de 12 horas e parece que são perigosas porque fazem o trajeto ä noite. Indo de avião até Villahermosa ou Tuxtla Gutierrez, como chegar em Palenque? É perigoso o trajeto?

  • nisa on 8 set 2008

    Adorei o texto e as fotos, atualmente acabei de ler o Livro eram os deuses astronautas e estou fascinada com as teorias.

    beijos em sua alma

  • Fred on 13 nov 2008

    Navegando pelas tags acabei encontrando esse post…

    Muito interessante essa teoria… vc disse q “acredita-se”, sem se referir a alguem especificamente, vc saberia dizer quem fez essa pesquisa? Gostaria de saber mais sobre o assunto..

    Iniciei meu blog a pouco tempo, e convido-o a dar uma passada por lá:
    http://nadanaoenada.wordpress.com/

    Abraços

  • Glauci on 19 nov 2008

    eu gostei mto desse texto com ele consegui realizar meu trabalho de escola vcs estão no caminho certo

    Grata.

  • Maria Luiza Baurich on 24 nov 2008

    Olá, tudo bem?
    Sou estudante da Civilização Maia, e me apaixono ainda mais ao encontrar um texto como este.Maravilhoso.
    Ministro aulas de Calendario Maia e com certeza a consciência Maia está presente no Planeta, a saber que CHICCHEN ITZÁ está em quinta colocação entre as Sete Maravilhas do Mundo.
    Escreva mais, este é o caminho, já que os pleiadianos entregaram o Calendario para os Maias a 104 mil anos atras.
    Abraços de Luz
    Maria Luiza

  • Priscila Vescovi on 27 nov 2008

    Texto lindo
    é muito fascinante ver como os métodos e modos de existência podem ser utilizados de maneira pura.
    Nada mais natural e belo que a própria natureza, cadência genuína, utilizada para estes fins.
    Hoje em dia nos delimitamos numa racionalidade padronizada, e esquecemos de ampliar nossos olhares.
    É muito bom ler um texto como este, que nos leva à regredir e lembrar que existem muitas outras formas de “tudo”, ou melhor, que nao existem formas e sim construçoes que podem ser, a todo momento, desconstruídas.

  • creu on 23 maio 2009

    esse texto é bom + nao tem o q eu quero
    podia colocar auguma coisa da trigonometria tambem

    obrigada

    bejim e abraços

    qualquer coisa mande no meu e-mail

    danni-kiid@hotmail.com

    thaul

  • marcelo on 7 out 2010

    certamente eram os deuses astronautas

CONTATO

+55 (27) 3026-0998
contato@expurgacao.art.br
Rua Nestor Gomes, 227
Centro - Vitória/ES
CEP: 29.015-150