<!--:pt-->Carona com Ouroboros.<!--:-->

Carona com Ouroboros.

Uma das coisas que mais me desperta fascínio é a história. E quando digo história, não me refiro às distorções de realidades estampadas nos livros de história que nos são recomendados pelas escolas e universidades, vendidos em livrarias e sebos, disponíveis em bibliotecas, guardados em estantes, gavetas e esquecidos em porões. Muito menos nas realidades expostas em revistas e jornais tendenciosos, e tampouco nas transmissões via satélite para o segundo eletrodoméstico favorito da população (que perde apenas para a geladeira), ou seja, a televisão. Quando digo história, falo sobre o que realmente já aconteceu em solo terrestre, e o que ainda está por vir.

Vários outros povos já habitaram a Terra no passado. Povos estes, muito avançados no âmbito da astronomia, astrologia, hidrologia, matemática, geografia, engenharia (com tecnologia misteriosamente inexplicável), que pertenciam a contextos sócio-culturais distintos, e a tempos e espaços distintos, e que deixaram legados que há milênios habitam a face do planeta. O curioso é que quanto mais voltamos no tempo, mais avançados são os povos. Suas construções, os dados astronômicos utilizados, e os alinhamentos dessas estruturas com estrelas e constelações comprovam que eram extremamente avançados.

Estas construções podem ser encontradas em todos os continentes. Essas são algumas delas. No Egito estão as Pirâmides do planalto de Gizé e a Esfinge. No Camboja, o templo de Angkor Wat. Na Inglaterra, os círculos de pedras Stonehenge. No México, a Pirâmide de Kukulcán, e Palenque, a maior metrópole Maia. Na Ilha de Páscoa, os Moais. Em Nazca e Cuzco, ambas no Peru, temos os geoglifos e a cidade Inca de Machu Pichu respectivamente. E em Tiahuanaco, a Porta do Sol. 

About The Author

ibrahim

4 Comments

  • chiconauta on 9 dez 2007

    Tutu, vou fazer uma leve correção no seu texto. Nazca fica no Peru também assim como Machu Pichu.

    Tenho uma pedra esculpida com algumas réplicas das figuras feitas no deserto. Quando estive no Peru, não tive a oportunidade de ir a Nazca, mas meu pai foi e trouxe essa pedra de lá.

    abrá

  • werls on 9 dez 2007

    chicow, acho que foi isso que ele disse, não?

    “Em Nazca e Cuzco, ambas no Peru, temos os geoglifos e a cidade Inca de Machu Pichu respectivamente.”

    continua o post ae, tutu!

  • tutu86 on 9 dez 2007

    E ai pessoas!

    Chico, achei boa essa correção que você fez, até ficou melhor para a introdução. Quando entrar no capítulo que falarei sobre Nazca, discorrerei mais sobre a civilização que lá habitou e também sobre a posição geográfica da mesma. Se o seu pai tiver trazido algum livro de Nazca gostaria de dar uma folhada para ajudar na produção do texto.

    E Werl, esse trecho que você colou já é o editado pelo Chico.

    Essa semana postarei sobre as Pirâmides e a Esfinge.
    Espero que gostem! 🙂

  • Priscila on 9 dez 2007

    Texto denso, inteligente e totalmente pertinente!
    Quero ler logo a segunda parte!

    =)

CONTATO

+55 (27) 3026-0998
contato@expurgacao.art.br
Rua Nestor Gomes, 227
Centro - Vitória/ES
CEP: 29.015-150