Blog

“Angorá”, do diretor Emerson Evêncio será exibido hoje no Cine Metrópolis, a partir das 19h

“Angorá” é o titulo do filme de Emerson Evêncio, diretor estreante formado pela Escola de Cinema Darci Ribeiro, no Rio de Janeiro. A obra será exibida hoje, dia 20, quinta-feira, na Mostra Competitiva da VII Mostra Produção Independente que está sendo realizada no Cine Metrópolis a partir das 19h. O filme é uma ficção que tem duração de 10 minutos e 30 segundos. Foi gravado inteiramente na cidade Vitória-ES. Para os que conhecem a cidade será interessante observar as locações, ao exemplo do Clube Álvares Cabral, a Curva da Jurema e a Enseada do Suá, além do apartamento localizado na Mata da Praia onde se passam as cenas de momento de maior tensão do filme.

O Diretor Emerson Evêncio durante as gravações do filme

Sinopse: Angorá é um desencontro entre Bruno, Fabrício, Silvio e Lucio, suas crises e um gato. O Filme é uma tentativa recortada e não linear de aproximar o Medo, a Culpa, o Ego e o Sensível pelo olhar felino.

Alguns membros da Kalakuta participaram desta realização cinematográfica executando as funções de direção de fotografia, assistência de fotografia I e II, assistente de produção, progamação visual, captação de som, assistente de captação de som, edição de vídeo, edição de áudio, e composição de trilha sonora original exclusiva para o o filme.

Angorá é um curta-metragem de ficção com a intenção de mostrar, de forma psicológica, artística, dramática e trágica, o universo de quatro personagens e a relação existente entre suas perspectivas pessoais, seus padrões emocionais e suas fragilidades, na condução efêmera, frágil e aprisionadora de suas vidas.

Um gato angorá é o grande condutor dessa história, que apontará as “muletas psicológicas humanas” como mecanismo de fuga, de conforto, de aceitação, e de medos e também ligará o roteiro, de forma não cronológica, o andamento do enredo. Estas histórias são conduzidas através de um mosaico de possibilidades a qual o espectador, a todo momento, tentará montar o seu próprio roteiro, a partir de suas expectativas. A idéia é manter o expectador preso a história, tentando compreender tudo o que vê, fazendo-o crer que tudo é verossímil e crível.

Com duração de 10 minutos e 30 segundos, o filme abordará algumas problemáticas inerentes a condição humana em atitudes evasivas e ao mesmo tempo complexas, como: a constante necessidade de se posicionar como vítimas; o medo se sair de suas zonas psicossociais de conforto; e a constante e muitas vezes necessária vontade de expressar em terceiros suas frustrações, angústias e desejos.

De forma dinâmica, a trama do filme é focada nas quatro personagens e suas semelhanças antropológicas, expressadas e analisadas a partir de uma lógica criada pelo roteirista com relação ao comportamento de um felino. Pelo olhar subjetivo do gato revelamos: a longevidade, o egocentrismos, a vaidade, o autocontrole, a autonomia, os movimentos presentes no comportamento do angorá, mas que também estão no bojo da inspiração e nas ações de Bruno, Fabrício, Silvio e Lucio.

O objetivo principal do curta é dar sentido as metáforas e ao simbolismo existente entre a ligação do angorá com as quatro personagens e também colocar em evidencia o homem em transformação em seu cotidiano.

release por Emerson Evêncio

ELENCO
Gabriel Sanches
Rodrigo Brand
Paulo Roque
Luis Carlos Ayres

FICHA TÉCNICA
Roteiro e Direção: Emerson Evêncio
Assistentes de Direção: Giselle Salman e Edson Ferreira
Direção de Fotografia: Alexandre Barcelos
Assistentes de Fotografia: Yuri Salvador e Reinaldo Guedes
Direção de Produção: Cabelo Seco
Assistente de Produção: Lorena Louzada
Produção de Set: Leonardo de Aquino
Direção de Arte: Andresa Rodrigues
Figurino: Carol Borges
Programação Visual: Gustavo Senna e Raphael Gaspar
Captação de áudio e Edição de Áudio: Felipe Mattar
Assistente de Captação de áudio: Huemerson Leal
Mixagem de Som: Denilson Campos
Trilha Sonora Original: Felipe Mattar
Edição de Vídeo: Yuri Salvador
Colorista: Tiago Arakilian
Preparador de Elenco: Rodrigo Brand
Motorista: Alaur Viana

O Diretor Emerson Evêncio e o Ator Gabriel Sanches em uma tomada interna

Quero receber mais informações do coletivo

Creative Commons License by-nc-nd Expurgação 2007-2015